Amigos

2 de out de 2010

O voo

O voo


Eu sei que já quebrei minhas asas,
eu sei que que isso tudo vai dar em dor,
mas esse instinto de autodestruição
faz parte de mim, do meu ser.

Vou continuar com esse rasante,
rasgando a mim mesmo, maldito seja o céu...
vou me apegando às ilusões que crio, de conforto,
e às pétalas que arranco das flores que me deste
repetindo infinitamente somente que bem me queres
mesmo sabendo que vou de encontro ao chão.

mas mesmo sabendo isso tudo, estou feliz.
posso fingir que, ao menos no percurso
estou indo em direção ao oceano mais lindo e mais azul,
e acreditar que tudo vai dar certo.

sinto cheiro de flores nesse voo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário