Amigos

19 de mai de 2010

Discurso Heroico

Pago com a liberdade
Para ser o que quero
E faço com sinceridade
até ir-me ao chão


Valerá a pena admitir
que no fim de tudo
eu sei que vou ruir


só para ser
meu próprio herói
e não meu próprio pai




Guilherme Fontoura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário