Amigos

9 de dez de 2010

O beijo e o asco

"Quando a morte o beijar,
o mesmo beijo piedoso de Judas,
brindarás à eterna desventura!
Te trará jovem para uma forma,
- branco e jovem como nunca o fora -
pousará teu retrato nas cortinas
sendo sempre visto
com os olhos perenes que temos.
Quanto a ti, me alivia dizer,
viverás até que o mundo definhe!
Serás companhia para as pedras,
só por não poder ver,
e depois,
ainda viverá!"


Guilherme Fontoura.

3 comentários:

  1. FAzia tempo que não passeava por aqui... Continua muito massa.... Cada vez mais impressionante...

    ResponderExcluir
  2. hahahaha... valeu, jéssica... to meio parado há um tempo já... mas aparece sempre que lembrar :D

    ResponderExcluir