Amigos

8 de jun de 2011

Furto ou plágio

Qual o tema do seu rosto
que nenhuma tinta alcança
que nem poema de bom gosto
crava na ponta da lança
por não se fazer entender
de sagrado ou profano
a vontade de lhe querer
tomar a vida num afano?


Guilherme Fontoura.

2 comentários: