Amigos

30 de set de 2010

Que Tudo é Assim

Que agora, na multidão de olhares
cegos envoltos por minhas cinzas,
com teus olhos cerrados assinas
o pedido, me lançando aos ares


meu foco procura tua retina
qualquer rastro de nostalgia
que isso já me foi alegria
agora é só saudade




Guilherme Fontoura.

Um comentário: